27.11.07

Vencedores... Antecipados!?

Sem querer ser desmotivador ou pessimista, devo dizer que estou preocupado com a postura de alguns líderes relativamente à forma como encaram a carreira que nos está proposta.
De facto somos considerados "mais que vencedores" e somos, não por nossos méritos mas porque Cristo morreu por nós e isso justifica e nos favorece nas jornadas que temos que enfrentar.
Deus tem me feito entender que ainda não estamos plenamente em festa, ou seja estamos na “era da guerra” com o nosso adversário sempre à espreita, não estamos em condições de facilitar, mas dependemos de nós próprios para conquistar o título. Temos tudo a nosso favor se tomar-mos as decisões certas…
Somos salvos, mas ainda não estamos a salvo... É verdade ainda não nos "safámos" desde corpo perecivel, que adoece, que transgride muitas vezes, que chora, que magoa, que é tantas vezes é infiel e que inclusive pode recusar a graça de Deus... enfim é e deve ser uma luta constante - sem dar tréguas!
O apóstolo Paulo nunca entrou em grandes euforias a não ser a de levar o evangelho a um maior número de pessoas possível, ele afirmou o seguinte no final da sua vida:
Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.
Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda (1 Tm 4:7,8)

Terminada a “era da guerra” teremos uma festa grandiosa, nas bodas do Cordeiro, aí sim descansaremos não sentindo o peso da armadura cristã, que hoje (infelizmente) muitos dispensam pensando que a salvação é eficiente por si só, mas não, ela só se torna eficaz quando decidimos entregar a vida a Jesus e perseveramos na fé.

Concretize os sonhos de Deus

Pode se designar por Sonho uma experiência ocorrida durante nosso período de sono (que pode ser imaginária do inconsciente ou profética ). Pode significar ainda uma intenção difícil, ou um desejo de realização pouco provável.
É possível sonhar acordado. Quem não tem sonhos? Temos porém a consciência que um sonho não pode ser um objectivo fácil de alcançar, se tiver um objectivo que se encontra ao seu alcance aparente, saiba que isso não é um sonho.
Os sonhos de Deus não são imaginários, diz a Bíblia em Joel 2:28 “…os vossos filhos e filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos e os vossos jovens terão visões”.
Os sonhos de Deus não são nem podem ser ambições egoístas. Os sonhos de Deus existem e podem ser alcançados. E serão com certeza alcançados quando lutamos por eles com a motivação certa.
Os Sonhos de Deus, são semeados nas vidas daqueles cristãos dispostos não somente a sonhar mas a concretizar os sonhos e consequentemente a pagar o preço. Para que os sonhos se concretizem é necessário colocar em prática uma série de atitudes que geralmente envolvem riscos e muitos sacrifícios. Mas é bom sonharmos, os sonhos modificam-nos tal como modificam o mundo que nos rodeia. Eles são sem dúvida a melhor prevenção para a depressão.

Origem dos sonhos

O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do SENHOR (Prov.16:1) (JFA+)
Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte. (Prov.14:12) (ACF)
a. Os sonhos são de origem Divina quando trazem glória a Deus
Muitas vezes, pensamos que determinado projecto é um sonho de Deus, mas não é. Creio que uma boa maneira de saber a origem do sonho é perguntar a nós próprios se a realização daquele sonho vai trazer glória a Deus ou não. Portanto, pergunte a si próprio. Se tem um sonho, mas a sua realização não vai glorificar o Senhor, peça a Deus para arrancá-lo do seu coração ou para restaurá-lo, para que ele volte a ser exactamente como é no coração de Deus.

Os sonhos de Deus jamais serão fracassados! Job 42:2

Os sonhos de Deus para a sua vida, têm o poder de se tornar realidade porque nenhum dos desígnios do Senhor pode ser frustrado. Na Bíblia, quando alguém recebia uma profecia, era simples saber se vinha ou não de Deus. Se acontecesse, é porque era de Deus; se não se concretizasse, é porque não era.
Podemos descansar, porque se algum sonho é de Deus para a nossa vida, vai se realizar. Pode parecer que está a demorar, que é impossível, que é algo grande demais, mas para Deus todas as coisas são possíveis.

Obstáculos à realização de sonhos

Perante o cenário em que estamos inseridos não é fácil assumir que temos um sonho e isto acontece por várias razões, que vou enumerar:
• Por causa de falhanços do passado,
• Por causa das vozes criticas – As vozes criticas estão sempre prontas a matar os sonhos, lembram-se dos irmãos de José que disseram: «Olha lá vem o sonhador! Vamos matá-lo!» e matar não é apenas acabar com a vida, é também matar sentimentos, matar visões, parece que há pessoas que o único sonho é destruir o sonho dos outros e quando ficam impossibilitadas disso ficam deprimidas.
• Porque colocamos em causa a nossa própria capacidade para executar o sonho de Deus.
• Acomodação.


Do sonho à realidade!

Para executar precisamos saber transmitir

Gen 37:7 Eis que estávamos atando molhos no meio do campo, e eis que o meu molho se levantava, e também ficava em pé, e eis que os vossos molhos o rodeavam, e se inclinavam ao meu molho.
Gen 37:8 Então lhe disseram seus irmãos: Tu, pois, deveras reinarás sobre nós? Tu deveras terás domínio sobre nós? Por isso ainda mais o odiavam por seus sonhos e por suas palavras.


Já sabemos que os sonhos dados por Deus não são fáceis de concretizar, por isso exigem muita coragem, consagração a Deus e determinação.
Às vezes o mais difícil não é receber o sonho de Deus mas transmiti-lo.
Se lermos com atenção a história de José o sonhador podemos ver que ele foi bastante imaturo da forma como comunicou os sonhos de Deus aos seus irmãos. José veio a precisar de tempo como todos nós para amadurecer. José comunicou a seus irmãos de forma directa que toda a sua família inclusive os seus pais se lhe submeteriam.
Actualmente, esta realidade também pode aplicar-se à nossa vida, pois alguns líderes vão passar e passam por experiências negativas por inveja dos que os rodeiam…
O ciúme dos irmãos de José despoletou uma série de reacções negativas, atitudes e acções precipitadas, porém Jacó, guardava toda esta situação no coração. Jacó amava José, por isso não falava mal. Quem ama não fala mal, quem ama silencia as palavras destrutivas e espera pela realização do sonho.
Acredito que Deus não desiste dos seus sonhos, mas também acredito que muitos sonhos são adiados inclusive de geração em geração por causa da incredulidade e do ciúme.

Para realizar-mos os sonhos precisamos ser esforçados e não desistir

“Esforça-te, e tende bom ânimo, porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria” (Js. 1.6.)
“Assim, edificamos o muro, e todo o muro se cerrou até sua metade; porque o coração do povo se inclinava a trabalhar” (Ne. 4:6)

Na Palavra de Deus encontramos muitos sonhos do coração de Deus difíceis de executar, um deles a conquista da terra prometida, em que o próprio Deus exorta a esforçarem-se e a terem bom animo. Na verdade precisamos colocar os nossos olhos no benefício que produzirá o concretizar do sonho e não nos obstáculos senão desistimos facilmente. Diz a Bíblia:
Melhor é o fim das coisas do que o princípio delas; melhor é o paciente de espírito do que o altivo de espírito. (Ecl. 7:8)
Noutra ocasião constatamos a difícil tarefa de reconstruir os muros da cidade de Jerusalém por volta de 445 a.C, Deus usou Neemias, que desistiu de uma vida rica e acomodada na Pérsia e retornou à terra arruinada dos seus antepassados e incentivou o povo a reconstruir os muros da cidade. Esta decisão trouxe-lhe muitos problemas, enfrentou difamação e ameaças dos amigos, experimentou medos, conflitos e a falta de coragem dos seus obreiros, mas esses problemas não foram impedimentos para que a obra se concretizasse.
Neh 6:15 Acabou-se, pois, o muro aos vinte e cinco do mês de Elul; em cinqüenta e dois dias.
Neh 6:16 E sucedeu que, ouvindo-o todos os nossos inimigos, todos os povos que havia em redor de nós temeram, e abateram-se muito a seus próprios olhos; porque reconheceram que o nosso Deus fizera esta obra.

A obra foi concluída e o Senhor foi fiel e sempre será.
“É Deus quem opera em nós tanto o querer como o efectuar, segundo a sua boa vontade” (Fil. 2:13)


O poeta dizia que o sonho comanda a vida e eu concordo com ele, mas não pode ser um sonho qualquer deve ser sonhos dados por Deus. Quando recebemos sonhos de Deus devemos lutar por eles sem desistir sabendo que Ele suprirá todas as necessidades humanas, financeiras emocionais e espirituais. Vamos descansar em Deus, que está no controlo de tudo e fará a Sua obra prosperar.

16.11.07

A A.D de Santarém já inaugurou o seu novo templo

A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o SENHOR dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o SENHOR dos Exércitos (Ag 2:9)